Para se divertir e aprender

No segundo semestre de 2012, os alunos do Bandeirantes puderam participar de quatro viagens propostas pelo Colégio.

A maioria foi para alunos do Ensino Fundamental dos 6.os e 7.os anos, que tiveram a oportunidade de ir para sítios no interior, onde participaram de diversas atividades divertidas e educativas, como no Carroção e no Novo Horizonte.

Já a ida para Fernando de Noronha envolveu alunos dos 8.os anos e das 1.as séries do Ensino Médio. Por fim, a viagem para Barra Bonita é exclusiva dos 9.os anos, que partem para comemorar o fim do Ensino Fundamental, em dias de diversão e entrosamento.

Carroção

Durante os dias em que ficam no completo sítio, localizado em São Paulo, os alunos têm a oportunidade vivenciar atividades lúdicas no espaço que é considerado um “resort pedagógico”.

“As atividades ajudam os alunos a aprender pela diversão. Em um dia fomos a um aquário de água doce, num túnel subterrâneo,e lá os estudantes tiveram uma espécie de aula de Biologia. Analisaram os peixes e jacarés, realizando uma atividade de observação e identificação dos seres aquáticos” explicou o professor Pedro Luis Zen, que acompanhou os alunos nessa aventura divertida.

Novo Horizonte

O acantonamento do Novo Horizonte se localiza em Botucatu, no interior de São Paulo, acontece duas vezes por ano; cada edição tem um tema diferente. Nesse segundo semestre a viagem foi relacionada à arte. Os alunos se dividiram em grupos, com nomes de artistas, e tiveram sua bandeira elaborada de acordo com a escola artística envolvida.

“Acho o NH um acantonamento muito divertido, devido ao fato de a equipe organizadora adaptar diversos jogos temáticos para cada temporada da viagem”, contou o aluno do 7.o anos Nicolas Ruzon Birrer, que participou das duas edições da viagem em 2012.

“Todas as atividades foram realizadas por atores, o que deixou a experiência mais interessante. As pistas eram ligadas a questões dos artistas, o que foi uma maneira lúdica de adquirir conhecimentos sobre determinados movimentos e artistas”,  disse a professora Paula da Silva Moraes, que acompanhou os alunos junto ao professor Pedro Leão.

Fernando de Noronha

Logo que as aulas acabaram, um grupo de alunos foi para o arquipélago de Fernando de Noronha, onde tiveram a chance de conhecer as belezas naturais da região e aprender muito sobre a fauna e a flora do local. Também conheceram mais sobre as ações de  sustentabilidade desenvolvidas pelos moradores e turistas.

Enquanto estiveram na Ilha, praticaram o mergulho livre e mergulho autônomo, onde avistaram corais, tubarões, tartarugas, raias e várias espécies de peixes. Também visitaram os pontos históricos da cidade. À noite participavam de palestras educativas e explicativas sobre o que viram no dia.

“Também fomos ao santuário dos golfinhos, uma área do mar onde é possível ver os animais bem de perto. Com pouca velocidade no barco, eles chegavam do lado, davam saltos e piruetas, foi um show e os estudantes adoraram”, contou o professor Fábio Carceres, que acompanhou o grupo.

Barra Bonita

Para comemorar o fim da etapa do Ensino Fundamental, o Band, junto à Cia. Lazer, empresa que organiza a viagem de formatura aos alunos dos 9.os anos, levam os formandos a Barra Bonita (SP). Um grupo de 190 alunos foram comemorar essa conquista.

Diversas atividades são programadas de acordo com a idade dos alunos, entre elas festas e jantares temáticos. “Cada noite tinham um tema diferente, tiveram os dias do traje trocado, do esporte, da fantasia e de gala. Em cada uma delas os alunos se vestiam de acordo”, explicou o professor Paulo Godoi, um dos professores que acompanhou o grande grupo.

“Essa viagem é especialmente para comemorar a formatura, para os alunos se entrosarem e se divertirem,  para curtirem os amigos e até os professores que os acompanham”, contou o  professor Carlos Alberto de Simone, que também acompanhou o grupo.

Prof. De Simone em Barra Bonita

 

Fuga do Urbano

O Colégio Bandeirantes promove viagens aos seus alunos há mais de 10 anos. São os mais diversos destinos, como o interior paulista, Minas Gerais, Amazônia e Fernando de Noronha. O objetivo principal é levar o aluno a conhecer novos lugares, para além do cotidiano urbano que ele já reconhece e lá estabelecer outro tipo de relação com o aprendizado e a convivência em grupo.


Procurando não atrapalhar o horário de aula dos alunos, as viagens costumam acontecer em fins de semanas e feriados. No ultimo feriado de maio, por exemplo, duas delas animaram os estudantes: o Acantonamento NH (Novo Horizonte), com os alunos do 6º e 7º ano, e o Petar(Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira), com alunos do ensino médio.

Mais focada em sustentabilidade, a viagem do Novo Horizonte propôs que os alunos participassem de jogos e atividades nos quais teriam que empregar conceitos sustentáveis. Os estudantes tiveram a oportunidade a aprender muito, sem deixar de se divertir. “Eles puderam vivenciar a sustentabilidade, e utilizar o que aprenderam em sala de aula nos exercícios propostos”, explicou a professora que acompanhou o grupo, Carolina Oreb.

Outro propósito dessa viagem foi o de incentivar os alunos a participarem da Feira de Ciência do Band, que tem a sustentabilidade como tema. “Após essa viagem, temos certeza absoluta que vamos participar da Feira! Os dias que passamos lá foram muito inspiradores e divertidos”, concordaram as estudantes Helena Araujo e Sofia Araujo.

A viagem ao Petar teve um enfoque especial na aventura. Localizado entre as cidades de Apiaí e Iporanga, no sul do Estado de São Paulo, o parque tem mais de 300 cavernas, dezenas de cachoeiras e muitas trilhas, com um ambiente cercado por árvores. “Fizemos rapel e caminhadas e visitamos cavernas. Os alunos adoraram ir, até porque realizaram atividade ao ar livre, e viram coisas que jamais teriam na cidade. É uma experiência incrível para qualquer pessoa, mesmo para aquelas que não têm o perfil aventureiro”, explicou Fábio Carceres, professor que acompanhou os estudantes.