“Gaiola das Loucas”

Miguel Falabella e Diogo Vilela são amigos há 30 anos, mas só agora dividem o mesmo palco. Após temporadas de sucesso em Paulínia (SP) e no Rio de Janeiro, o musical “Gaiola das Loucas” chega a São Paulo para apresentações no Teatro Bradesco, com promessa de muitas risadas, divertidas músicas e uma bela mensagem. O Departamento Cultural do Bandeirantes disponibiliza entradas para a sessão do dia 29 de outubro, sexta-feira.

A peça é  inspirada na obra “La Cage Aux Folles”, do dramaturgo francês Jean Poiret, e em musical encenado na Broadway. Continuar lendo

Andy Warhol na Pinacoteca

andy-warhol-tdk2Ele foi um dos maiores artistas gráficos do século XX, produziu filmes e foi um dos precursores da pop art. O norte-americano Andy Warhol (1928-1987) terá obras expostas na Pinacoteca do Estado, e alunos do Bandeirantes terão a oportunidade de apreciá-las em visita promovida pelo  Departamento Cultural, como parte do Projeto Artes Visuais.

A exposição “Andy Warhol, Mr. America” traz pinturas da série “Death and Disaster”, que tratam da violência nos Estados Unidos durante os anos 1960. A importância da obra de Warhol se dá pelo sucesso com que se aventurou em áreas distintas da arte. Ele produziu obras de serigrafia com motivos cotidianos, como garrafas de Coca-Cola, e ícones conhecidos, como o rosto de Marilyn Monroe, num trabalho com grande ênfase no uso das cores. Continuar lendo

O Despertar da Primavera

19_MHG_rshow_despertar3
Um espetáculo de jovens e para jovens. O musical “O Despertar da Primavera” (ou “Spring Awakening”), do alemão Frank Wedekind (1864-1918) chega a São Paulo sob a direção da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho, responsável por sucessos como “Avenida Q” (2009) e “A Noviça Rebelde” (2008/2009). Continuar lendo

“O Rei e Eu”

d9259fce13090f7ce694342d9660d9cb79f25cce.jpg 800 800 CApós os sucessos de público e crítica dos musicais “Hairspray” e “Alice no País das Maravilhas”, o Departamento Cultural do Colégio Bandeirantes disponibiliza ingressos para o musical “O Rei e Eu”, de Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II (os mesmos criadores de “A Noviça Rebelde”).

Os dois últimos musicais foram aprovados por alunos e professores. Rosa Aluotto, professora do Laboratório Multidisciplinar, o LMD, compareceu ao teatro União Cultural para ver “Alice”. “Gostei muito do espetáculo! As acrobacias surpreenderam tanto aos adultos quanto às crianças!”, conta, entusiasmada. Continuar lendo

Música, dança e laquê

O divertidíssimo musical da Broadway Hairspray chega aos palcos paulistanos e promete deixar o público sem fôlego de tantas risadas.

EdsonCelulari-600x400-hairspray-190609

A versão brasileira dirigida por Miguel Falabella, responsável por outros sucessos do teatro nacional como A Partilha e Os Monólogos da Vagina, foi sucesso no Rio de Janeiro, onde passou os últimos seis meses em cartaz. Edson Celulari tem papel de destaque. Continuar lendo

A Bela e a Fera é sucesso de público

a-bela-e-a-feraAlunos e funcionários do Band, acompanhados de seus familiares, assistiram ao espetáculo da Broadway “A Bela e a Fera”, que retornou ao Brasil após o sucesso estrondoso em 2002, estralando Lissah Martins, Ricardo Vieira e Murilo Trajano.

Nas aproximadas 2 horas de duração, a platéia se encantou com as rápidas trocas de cenário, os efeitos especiais, e com o desempenho dos atores, com destaque a  Ricardo Vieira, a Fera, que ficou no palco em grande parte do espetáculo, cantando e até dançando sob uma fantasia de 10 quilos. Continuar lendo

Sentimentos que resistem às aparências

a-bela-e-a-feraO clássico da Disney, que conta a história de um amor superior a aparências e preconceitos, está de volta a São Paulo. Depois de sua temporada em 2002, na qual foi assistido por mais de 500 mil pessoas, o elenco de “A Bela e a Fera” volta renovado, já que apenas Marcos Temura, que representou o personagem Lumiére, continua em seu papel.

Dessa vez, o espetáculo que já tem 16 anos vai ser protagonizado por Lissah Martins, como a Bela, e Ricardo Vieira intepretando a Fera. A peça custou R$ 8 bilhões para ser montada em São Paulo.

A apresentação será dia 31 de maio, domingo, às 16 horas, no Teatro Abril.

Os interessados podem comprar seus convites do Departamento Cultural, a preços especiais