Peças encerram a 20.a edição do Curso de Teatro

Oferecido para as 1.as e 2.as séries do Ensino Médio, o Curso Livre de Teatro teve início no final de fevereiro.

teatro_001

Durante esse tempo, os alunos experimentaram exercícios que desenvolveram habilidades de expressão vocal, corporal e convivência em grupo.

teatro_005

Como ritual de encerramento das aulas, os alunos realizam uma apresentação no Teatro Folha. Neste ano, os estudantes encenaram “Auto da Barca do Inferno” (Gil Vicente)  e “O Santo e a Porca” (Ariano Suassuna).

teatro_003

A primeira peça retrata alegoricamente a vida após a morte, a ideia de predestinação das almas. Já a segunda, apresenta a traição que a vida, de uma forma ou de outra, faz a todos nós.

Confira a galeria de fotos clicando aqui.

Alunos de Teatro entram em cena

Os alunos da 1.a e 2.a séries do Curso Livre de Teatro se apresentaram em dois dias no Teatro Folha. No primeiro, eles encenaram a peça A filha de Maria Angu e no segundo, A revolução dos beatos. Ambas apresentações tiveram direção de Fernando Borges.

curso_teatro_2015_1

O texto interpretado pelo primeiro grupo era uma opereta e constituiu a primeira apresentação musical desde a existência do grupo. Para isso, o Colégio contou com a presença do músico profissional Anderson Sotero, que tocou ao vivo durante a encenação .”Isso contribuiu para que a montagem ganhasse a cor necessária, pois os alunos assimilaram rapidamente os fundamentos para que cantassem ao vivo com desenvoltura e segurança”, afirmou Fernando Borges.

curso_teatro_2015_5

Já no segundo dia de apresentação, a turma encenou o texto do dramaturgo Dias Gomes. A trama se passa em Juazeiro do Norte, cidade do Padre Cícero, e narra um episódio de fanatismo religioso sob uma ótica política da situação.

curso_teatro_2015_2

A peça também explora dança e elementos regionais do nordeste. ” Não foi menos difícil, entretanto, os alunos se mostraram capazes de enfrentar o desafio que lhes foi proposto”, contou o professor.

curso_teatro_2015_6

A grande novidade deste ano, porém, aconteceu durante todo o processo. A abertura da turma de teatro também para a 1.a série trouxe mudanças positivas para o resultado final do curso, segundo o diretor. “As trocas, a parceria, a amizade entre as diferentes idades só trouxeram benefícios. As turmas cresceram e ganharam a força necessária para apresentações de fôlego, fazendo crer que a permanência de vários desses alunos em 2016 garantirá ao grupo de teatro atuações ainda mais desenvoltas e maduras”, declarou.

Para conferir a galeria de imagens, clique aqui.

Teatro inicia atividades

Em uma aula inaugural divertida e inusitada, os alunos do Ensino Médio deste ano tiveram sua primeira experiência com o Curso Livre de Teatro, que iniciou suas atividades na semana passada. Há 18 anos no Colégio, o Curso Livre de Teatro apresenta aos alunos uma oportunidade de não só aprenderem a se expressar e projetar melhor, como também de conhecer a si mesmo. A expressão, trabalhada durante o ano, é uma habilidade fundamental para qualquer atividade em que se trabalhe.

IMG_2325

Reunidos em uma sala de aula livre de mesas e cadeiras, os alunos realizaram atividades para conhecerem melhor o curso. “Como sempre o material humano da escola é maravilhoso e farto”, comenta o professor Fernando Borges. “O começo é pensado para que o aluno conheça a proposta e tenha condições de decidir se realmente quer fazer o trabalho. Neste ano, a intenção é montar dois musicais”, completou.

Clique aqui e confira a galeria de imagens.

 

Casa cheia, boas risadas

A apresentação dos alunos do Curso Livre de Teatro do Band, ocorrida nos dias 02 e 03 de dezembro, contou com uma plateia cheia e ansiosa por um espetáculo divertido e inteligente.

teatro_2

As obras apresentadas, “Os Irmãos das Almas” e “A Capital Federal”, agradaram ao público e arrancaram boas risadas.

teatro_4

Para conferir a galeria da fotos do evento, clique aqui.

Apresentações de Teatro dos alunos

A 17ª edição do Curso Livre de Teatro encerra seus trabalhos com duas peças no Teatro Folha, nos dias 2 e 3 de dezembro, às 21h. Os atores, alunos das 2.as series do Ensino Médio, interpretarão as comédias de Martins Pena e Arthur Azevedo, em espetáculos divertidos e interessantes.

curso_livre_teatro_1

O primeiro grupo apresentará a peça “Os Irmãos das Almas”, obra que traz elementos de superstição e cultura brasileira para apresentar a história de um homem que vive sob as ordens da esposa e da sogra.

Já o segundo grupo apresentará, no dia 3, a peça “A Capital Federal”, comédia que a sociedade carioca da belle époque, com as cortesãs, as cocotes, as mulatas falantes, os cafés-concerto, as músicas alegres, todas as liberalidades e os desfrutes da recém-criada metrópole republicana.

O Colégio Bandeirantes e o grupo de Teatro convidam pais, colegas professores e funcionários para os espetáculos. Para garantir seus ingressos, basta comprá-los com os alunos integrantes do curso.

Teatro surpreende espectadores

Em dezembro aconteceram as peças de encerramento do curso livre de Teatro. Com o auditório cheio, os alunos interpretaram O Noviço, de Martins Pena e O Casamento Suspeitoso, de Ariano Suassuna.

“Como sempre, nas edições de teatro do Band tudo acaba bem, parece até romance. Muitas pessoas do público vieram falar comigo e elogiaram muito os alunos”, orgulhou-se o professor Fernando Borges.

Os alunos pretendem continuar as amizades que criaram ao longo de um ano de novas experiências. “No fechamento eles disseram que aprenderam muitas coisas novas, e conquistaram amigos para guardar para sempre. Vamos marcar uma festa no início das aulas em 2013 para todos se reencontrarem”, disse Fernando.

Clique aqui para conferir as fotos das peças.

Curso de Teatro: “O Noviço” e “O Casamento Suspeitoso”

Após um ano inteiro de trabalho, chegou ao fim a 16ª edição do Curso Livre de Teatro. Os atores, alunos das 2.as series do Ensino Médio, interpretarão nos dias 5 e 6 de dezembro dois diferentes textos no Teatro Folha, às 21 horas.

Este ano, as peças escolhidas foram duas comédias clássicas brasileiras. O Grupo Revolussimeis apresentará “O Noviço”, de Martins Pena, no dia 5. Já o Grupo Cangaço Urbano apresentará “O Casamento Suspeitoso”, de Ariano Suassuna, no dia 6.

“Os alunos estão super envolvidos e se empenharam muito. Decoraram as falas, produziram a trilhas sonoras, e evoluíram muito ao longo do ano. Eles vão surpreender nas apresentações”, garantiu o professor e diretor dos grupos, Fernando Borges.

As duas peças vão mostrar o cotidiano do brasileiro em duas histórias que sobre a deslealdade e o interesse, sempre em busca de dinheiro. Em “O Noviço”, Ambrósio se casa com uma viúva rica e tenta ficar com a fortuna da senhora. Já em “O Casamento Suspeitoso”, mãe e filha têm a ideia de dar o “golpe do baú” em um jovem rico, porém conhecidos tentam impedir que o casamento aconteça.

O Colégio Bandeirantes e o grupo de Teatro convidam pais, colegas professores e funcionários para os espetáculos. Para garantir seus ingressos, basta comprá-los com os alunos integrantes do curso.

Curso de Teatro 2012

O sucesso é tão grande que o curso livre de teatro do Band chegou a sua 16ª edição – a aula inaugural acaba de acontecer. O professor Fernando Borges é quem comanda os alunos dos segundos anos de biológicas, exatas e humanas desde 1997. A cada ano recebe mais inscrições, chegando a lotar a sala nos dois períodos em que ocorrem o curso.

O objetivo principal é o desenvolvimento corporal, vocal e emocional dos alunos, tudo isso trabalhado em grupo. A peça no final do ano, já tradicional, é o resultado de muito comprometimento e afinação entre todos para atingir um ritmo único. Para o dia a dia, o teatro propicia melhoras na expressão e relacionamento.

A encenação de um ato ou parte de uma peça famosa, conhecido como retalho, se repetirá esse ano – foi novidade em 2011. As apresentações finais dos alunos acontecem em dezembro.

Segundo o professor Fernando, o teatro é um exercício de “verossimilhança”, no qual os atos se encaixam na realidade da peça. Estes descobrem ao longo do ano que o teatro é um jogo, divertido e descontraído, porém que exige compromisso. Chega a ser um descanso na rotina de estudos do ensino médio.

Confira a galeria de imagens clicando aqui.

O grupo Caxangá apresenta Colcha de Retalhos

O Curso Livre de Teatro do Colégio Bandeirantes completa 15 anos em 2011. Em todo esse tempo, muitas histórias foram encenadas pelos bandeirantinos: drama, comédia, textos clássicos, contemporâneos, nacionais e internacionais… nunca faltou espaço nem variedade para os alunos mostrarem criatividade e talento nos palcos.


Levando e consideração todo esse histórico, o grupo Caxangá, formado pelos alunos do 2º ano de todas as áreas que fizeram o curso durante esse ano, decidiu homenagear as peças já encenadas pelas turmas anteriores. No espetáculo Colcha de Retalhos, os atores têm o desafio de representar em uma cena cada uma das obras que já passaram pelo teatro do Band. “Alguns alunos encenarão uma cena extraída do texto original, outros contarão a história da peça de forma breve e criada por eles mesmos. Quem conhece as histórias não terá dificuldade em identificá-las”, adianta o professor e diretor do grupo Caxangá, Fernando Borges.


A cada ano, o espetáculo do Curso Livre de Teatro surpreende as plateias. Os alunos do Grupo Caxangá convidam colegas, pais, professores e funcionários para os espetáculos que acontecem nos dias 5 (segunda-feira) e 6 (terça-feira) de dezembro, às 21h.

Ficou curioso para saber qual será o resultado dessa Colcha de Retalhos? Adquira seu ingresso com um dos integrantes do grupo e não deixe de confirmar sua presença no evento criado no facebook.

15 anos de teatro no Band

Compromisso, criatividade, trabalho em grupo. Essas são algumas das palvras-chave para o sucesso do Curso Livre de Teatro que chega ao seu décimo quinto ano com nada menos do que 27 peças encenadas.

O curso é optativo, mas o comprometimento dos alunos é fundamental. Para garantir a qualidade do espetáculo, atores investem suas tarde de sábado ensaiando, desdobram-se para que a produção esteja impecável do figurino à iluminação e, principalmente, trabalham juntos para que o resultado sempre surpreenda a plateia. “O aluno precisa se dedicar, levar a sério.
Quem fica no grupo sabe que não é brincadeira, e já se diferencia por conseguir conciliar duas tarefas que demandam tanto quanto estudar no Band e ser ator”, diz o professor e diretor Fernando Borges.

No cair das cortinas, todo o esforço vale a pena. O aplauso é merecido e garante o final feliz a cada ano que essa história se renova nos palcos. Em dezembro, os atores-estudantes farão uma homenagem a todas as histórias que passaram pelos palcos do Band. Aguardem.

 

 

Vídeo comemorativo dos Dez anos do Curso Livre de Teatro:

http://www.youtube.com/watch?v=QQK0lv7E19U