Band in Concerto

O Grêmio XXV de Agosto divulga mais um grande evento a ser realizado, o Band in Concerto. No dia a dia corrido dos bandeirantinos, muitos talentos musicais deixam de ser revelados por uma simples falta de oportunidade. Pensando nisso, o Grêmio passou a organizar uma apresentação de música clássica, cujas obras serão executadas pelos próprios alunos. A data do evento já está marcada para o final do mês de setembro e o local será provavelmente o belíssimo Theatro São Pedro.

Cartaz de divulgacao

Até lá, haverá uma seleção daqueles que se destacam pelas suas habilidades em instrumentos clássicos e que já estudam peças de nível avançado. Já estão confirmados para se apresentarem Bruno Bologna, Daiane Choi e Eriky Kunitake, os três ao piano. Por isso, pedimos para aqueles que se interessarem em se apresentar que mandem um breve e-mail para bandinconcerto@gmail.com, constando nome, turma, instrumento clássico que toca, uma ou mais peças clássicas com a(s) qual(is) se apresentaria e outros contatos (Celular, Facebook, etc.). As inscrições se encerrarão dia 02 de agosto (6a feira).

Àqueles que ficaram super ansiosos para desfrutar do melhor da música clássica executada pelos próprios alunos do Colégio, num evento que reunirá alunos, professores, funcionário e familiares, fiquem atentos às divulgações do Grêmio pelo seu perfil no Facebook (http://www.facebook.com/gremio.bandeirantes)! Logo informaremos sobre a venda de ingressos!

Contamos com a sua participação para que o Band in Concerto seja mais um grande sucesso realizado pelo Grêmio. Boas férias a todos!

OSESP esta semana!

Já é possível garantir seu ingresso para a apresentação da OSESP no Departamento Cultural – para o dia 28 de junho. Esta é a última chance do semestre de conferir este interessante evento musical. Compre já o seu!

OSESP na Sala São Paulo

OSESP na Sala São Paulo

Desta vez na OSESP a regência fica por conta de Marin Alsop, em sua apresentação intitulada “The Swingers Singers”, pertencente à série Paineira. O programa conta com composições de M. Camargo Guarnieri, (Sinfonia nº 4 – Brasília), Leonard Bernstein (West Side Story: Danças Sinfônicas) e Luciano Berio (Sinfonia Para Oito Vozes e Orquestra). O evento acontecerá na Sala São Paulo, às 21h da próxima sexta-feira, dia 28.

OSESP em Junho

No Departamento Cultural, já estão disponíveis para compra os ingressos para mais uma apresentação da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). Os interessados já podem garantir seu lugar em mais um interessante espetáculo da série Paineira, a ser realizado na Sala São Paulo, no dia 21/06 (sexta-feira). O concerto será regido por Frank Shipway, profissional inglês de grande expressão no mundo da música.

OSESPConfira abaixo a programação:

Franz SCHUBERT
Abertura Rosamunde, D 644
Rosamunde, D 797: Música de Balé
Richard STRAUSS
Sinfonia Doméstica, Op.53

“Um Golpe Perfeito”

Os interessados já podem retirar seus ingressos para o filme “Um Golpe Perfeito”, dirigido por Michael Hoffman, no Departamento Cultural.

um golpe perfeito_1

O longa trata da história de Harry Deane (Colin Firth), um artista plástico malandro e enganador, cujo próximo plano é passar para trás um dos mais ricos colecionadores do mundo. Para fazer seu serviço, Deane planeja contratar a bela PJ Puznowski (Cameron Diaz), uma rainha de rodeios, para que sua vítima caia de encantos por ela e ele possa concluir seu “trabalho” com relativa tranquilidade. Mas ele não contava que também acabaria atraído por sua própria isca e que seu plano começaria a ruir.

Não perca essa oportunidade de conferir esse interessante longa com a participação desses grandes atores e corra já para o Cultural!

Aprendizado com diversão

Aproveitando a proposta interessante do aprendizado por meio da diversão, o Band levou alunos dos 6.os e 7.os anos ao Acampamento Novo Horizonte, em Botucatu (SP), para uma experiência fantástica de curiosidade e conhecimento.

nh_01Em seu quinto ano de realização, a viagem ao acampamento é sempre aguardada pelos alunos que não tardam a lotar as listas de inscrição para sua primeira temporada, realizada na semana passada. A principal proposta das atividades realizadas no acampamento é a conscientização para a sustentabilidade e temas relacionados ao meio ambiente, por meio de brincadeiras e atividades interessantes.

nh_2

Além da informação e do entretenimento, é visada a formação dos alunos como cidadãos e sua capacidade de trabalhar em equipe, propiciando um momento de fortalecimento de relações. Através do lúdico e do contato com a natureza, estimula-se a criatividade, o espírito de cooperação, a autonomia e a ética. “É muito interessante a ideia de poder integrar o aprendizado com as brincadeiras e atividades lúdicas, percebe-se que o impacto no aluno é bem forte e positivo” comentou Emerson Bento Pereira, Coordenador do Departamento Cultural.

nh_1

“Há uma reunião prévia em que debatemos sobre os temas que serão abordados na temporada, onde colocamos o que eles estão aprendendo em aula para adequar às atividades propostas pela equipe”, explica a professora Mariana Peão Lorenzin, que acompanhou os alunos na viagem, em companhia da professora Carolina L’Abbate Oreb, ambas de Ciências. “Achamos bastante interessantes as atividades em que os alunos eram estimulados a resolver algum tipo de enigma, seguindo pistas e achando por si mesmos as respostas”, comentou Mariana.

nh_4

“Dá pra ver que eles se divertem e se interessam muito pelas atividades propostas, a gente não precisa estar toda hora incentivando eles a se motivarem para as brincadeiras”, conta Carolina, que vê com emoção a devolutiva positiva dos alunos. A professora contou que um dia, em sala de aula, ouviu de um dos estudantes: “Eu gostei bastante porque não fui lá para estudar, mas para aprender”. Quando confrontado pelos colegas sobre a diferença entre as duas ações, respondeu “Estudo é quando a gente reserva um tempo pra ler, pra fazer exercício, pra uma prova… aprender é para a vida toda!”.

Para conferir a galeria de imagens, clique aqui.

Filme Elena emociona plateia na A31

Por Ângela Nogueira, do Idade Midia

“Estou doente… doente de amor. Se me toca, eu viro água.” Essa frase de Doralda, personagem de Guimarães Rosa, interpretada por Elena Costa, faz parte da montagem Corpo de Baile do grupo de teatro paulistano Boi Voador. A atriz, mineira, que veio para São Paulo aos 17 anos mudou-se depois para Nova York para estudar atuação e perseguir uma carreira no cinema.

Diretora Petra Costa batendo um papo com os alunos

Diretora Petra Costa batendo um papo com os alunos

No entanto, este texto não trata das peças – como essa – encenadas por Elena, mas sim do longa que leva seu nome, dirigido por sua irmã mais nova. Ao chegar da escola nova-iorquina onde estudava há alguns meses, numa tarde de dezembro de 1990, Petra, então com 7 anos, encontrou a mãe com uma expressão transtornada. A irmã atriz, de 20, havia tomado um vidro inteiro de aspirinas e cachaça. Suicidara-se.

elena_2

Anos depois, já tendo seguido a mesma profissão de Elena – como ela própria conta, matriculou-se no curso de teatro da Columbia University, em Nova York – Petra decidiu procurar a irmã para conta-la em um filme. O resultado, feito com filmagens antigas – dentre as quais uma linda cena em que uma Elena adolescente dança de camisola na sala do que parece ser sua casa, entrevistas com a mãe, cenas gravadas por atrizes e uma trilha sonora praticamente inteira original, é espetacular.

elena_4

Não se trata de um documentário nos moldes aos quais estamos acostumados. Cenas como a das mulheres na água, uma representação da “morte de Ofélia”, referência à personagem shakespeariana de Othello, são – além de lindas – extremamente impactantes. Não é um filme sobre suicídio, tampouco para se racionalizar. Elena é emoção na sua forma mais pura. E como não poderia deixar de ser, as reações do público são condizentes com essa condição.

Vitor Batista, da 3H3, dando um abraço em Petra

Vitor Batista, da 3H3, dando um abraço em Petra

Uma parceria entre o projeto Idade Mídia, vinculado ao Programa Cidadania, e o Departamento Cultural trouxe não só o longa direto dos cinemas para a sala A31, como a própria Petra para uma conversa com os alunos. As perguntas variaram desde as mais emocionais – algumas interrompidas inclusive pelo choro das alunas que as faziam – como “Qual foi a cena mais difícil de gravar?” e “Como está sua mãe agora?” até dúvidas mais técnicas, como a composição da trilha sonora. Vitor Batista, da 3H3, perguntou se podia dar um abraço em Petra.

Encontro direto com a arte

Há treze anos o Bandeirantes leva os estudantes para experiências com as artes plásticas fora do espaço escolar. Dessa vez, o Departamento Cultural e a equipe de Arte propuseram aos alunos do Ensino Fundamental uma visita ao MuBE, Museu Brasileiro de Escultura. Os alunos interessados tiveram a oportunidade de conhecer seu acervo e descobrirem um pouco mais sobre as obras de Marlene Almeida e Maurício de Sousa, com sua exposição comemorativa dos 50 anos da personagem Mônica.

mube_1

“Há sempre um conjunto de coisas que despertam esse interesse em mostrar aos alunos esses ambientes”, comenta Paula da Silva Moraes, professora de Arte. “Conhecer o acervo destes museus, observar sua arquitetura, perceber a aplicação do conteúdo visto em sala na vida real, reconhecer diante da obra as questões propostas pelo artista, enfim, tudo tem como objetivo tornar o hábito de entrar em contato com a arte algo cotidiano ”, explicou.

mube_3

Ganha destaque a dinâmica proposta pela artista Marlene Almeida, que propôs que os alunos tirassem uma foto de si mesmos e só a visualizassem novamente daqui um ano (as fotos tiradas no museu foram disponibilizadas no site e podem ser acessadas pelo link http://educamube.tumblr.com/).

mube_2

O interesse e alegria estavam evidentes nos alunos ao observar a exposição da Turma da Mônica, viajando pelo túnel do tempo de seus 50 anos de histórias em quadrinhos e redescobrindo os queridos personagens e cenários em outras épocas contextos.

mube_5

“Esse projeto tem como objetivo apresentar aos alunos do Ensino Fundamental os principais museus da cidade. A parceria com os professores de Arte tem enriquecido as visitas”, comenta Emerson Bento Pereira, coordenador do Departamento Cultural.

mube_4

Além do MuBE, este o Colégio já levou os alunos do Ensino Fundamental para conhecerem a Pinacoteca e a Bienal. O MIS (Museu da Imagem e do Som) e o MASP (Museu de Arte de São Paulo) estão nos planos de 2013.