Grupo Corpo

“Energia é sinônimo de Grupo Corpo, a incansável e admirável companhia brasileira,composta de bailarinos excepcionais”. A crítica que consta no jornal norte-americano The New York Times ilustra adequadamente o sentimento de quem acompanha o trabalho do Grupo Corpo, companhia de dança contemporânea.

lecuona

Comemorando 35 anos de existência, o grupo mineiro exibe, no Teatro Alfa, a coreografia “Imã” e a reedição de “Lecuona”. Já estão disponíveis, no Departamento Cultural, ingressos para a apresentação do dia 14 de agosto.

“Imã” consiste num jogo incessante de união e dispersão. O
coreógrafo e fundador da companhia, Rodrigo Pederneiras, explora as diversasrelações humanas ao som de instrumentos de origens e naturezas diversas – como a guitarra e a ocarina, ou o sinth e a cuíca. Já “Lecuona” foi criado em 2004 e eleito pelo público para compor a nova apresentação. O romantismo rasgado das canções de Ernesto Lecuona (1895-1963), ícone da música cubana, se faz presente na interação entre os bailarinos, que dialogam com espelhos em uma única formação de grupo. Lecuona possui a singularidade de ser a exceção à regra de que o Grupo Corpo só se
apresentaria com canções exclusivas.

O evento será realizado no dia 14 de agosto, sábado, às 21h00. Saiba mais sobre o Grupo Corpo clicando aqui.